Hoje, vamos falar sobre sistemas automatizados e como o avanço da tecnologia pode ajudar a tornar esse tipo de aprendizado simples e divertido!

No mundo da tecnologia, um dos temas mais comentados nos últimos anos é a robótica em sistemas embarcados, que podem desempenhar tarefas e funções conforme percebem o ambiente à sua volta. Para muitos, essa área da tecnologia pode parecer complexa e, pensando nisso, a LEGO, empresa conhecida mundialmente no ramo de brinquedos voltados para o público infantil, decidiu aprimorar seus produtos criando uma linha de kits LEGO inteligentes, os chamados LEGO Mindstorms.

A ideia é simples: montar as peças do kit como todos já fazíamos na infância, porém, agora, podendo controlá-las de diversas formas. O resultado disso? Pequenos robôs criados com peças de lego, que podem desempenhar diversas tarefas, como mover objetos, participar de uma corrida com obstáculos ou, até mesmo, jogar golf. A criatividade é o limite!

O funcionamento do robô ocorre por meio de um minicomputador, que recebe e processa os dados do ambiente externo. Assim, os sensores recebem essas informações e enviam os comandos para pequenos motores pré-programados, tornando possível a movimentação do robô.

O processo de desenvolvimento é simples e a montagem do robô e a sua finalidade vão do gosto de quem está montando. Já os comandos são programados por meio do software oficial da fabricante e podem ser desenvolvidos por qualquer pessoa, até por quem não conhece nada sobre programação. Os comandos são desenvolvidos baseados em lógica e possuem uma interface extremamente intuitiva, perfeito para quem deseja aprender programação. No site oficial da LEGO ainda é possível compartilhar suas montagens com outras pessoas, aprender novas técnicas e obter manuais de outros robôs desenvolvidos para fazer em casa.

Na prática, esses kits podem representar uma forma divertida de “faça você mesmo” para aprender, método que já está sendo utilizado em algumas universidades com foco nos cursos voltados para a área da tecnologia. Os kits LEGO já são utilizados para auxiliar nas aulas de programação e sistemas embarcados, permitindo que os alunos aprendem robótica na prática, sem se preocupar com infinitas linhas de código ou termos elétricos complexos.

Por fim, a ideia de se aprender na prática é fundamental e, nesse caso, se põe em plena prática. Espero que a ideia contida nesse texto possa inspirar outras formas de aprender de maneira intuitiva e divertida.