Certificações

Segurança (Telecom)

Ato ANATEL nº 950/2018

A Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), no final de 2017, publicou a Resolução nº 686. Esta revogou diversas resoluções da Agência, incluindo a Resolução nº 529/2009 que tratava dos aspectos de segurança elétrica para produtos de telecomunicações em geral. Para substituí-lo, a ANATEL publicou o Ato nº 950/2018 como “Requisitos Técnicos De Segurança Elétrica Para Avaliação Da Conformidade De Produtos Para Telecomunicações”, o qual é dividido em quatro tipos de ensaios, são eles:

  • Proteção contra choque acústico;
  • Proteção contra risco de incêndio;
  • Proteção contra choque elétrico;
  • Proteção contra aquecimento excessivo.
Ver mais

EMC (Telecom)

Ato ANATEL nº 952/2018

A Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), no final de 2017, publicou a Resolução nº 686. Esta revogou diversas resoluções da Agência, incluindo a Resolução nº 442/2006 que tratava dos aspectos de compatibilidade eletromagnética para produtos de telecomunicações em geral. Para substituí-lo, a ANATEL publicou o Ato nº 952/2018 como “Requisitos Técnicos de Compatibilidade Eletromagnética para Avaliação da Conformidade de Produtos para Telecomunicações”, o qual é dividido em três grupos de ensaios, a saber:

Grupo de Ensaios de Emissões de Perturbações Eletromagnéticas:

  • Emissão Conduzida;
  • Emissão Radiada.

Grupo de Ensaios de Imunidade a Perturbações Eletromagnéticas:

  • Imunidade à descarga eletrostática;
  • Imunidade radiada a campos eletromagnéticos de rádio frequência;
  • Imunidade a transitórios elétricos rápidos/Burst;
  • Imunidade a surtos;
  • Imunidade a distúrbios conduzidos, induzidos por campos de radiofrequência;
  • Imunidade à redução, variação e interrupção de tensão.

Grupo de Ensaios de Resistibilidade a Perturbações Eletromagnéticas:

  • Resistibilidade a sobretensão em Linhas de comunicação;
  • Resistibilidade a tensão induzida em linha de comunicação;
  • Resistibilidade a sobretensão em linhas AC.
Ver mais

Terminais STFC

De acordo com os Requisitos Mínimos para Certificação da ANATEL, o laboratório possui o escopo acreditado para realizar integralmente os testes necessários na interface analógica, de acordo com o Anexo à Resolução ANATEL nº 473 (2007) – “Regulamento da Interface Usuário – Rede e de Terminais do Serviço Telefônico Fixo Comutado”.

A ANATEL classifica os produtos conforme abaixo e o Eldorado é acreditado para realizar os ensaios da norma acima para todos eles, a saber:

  • Alarme para linha telefônica
  • Bloqueador de chamada telefônica
  • Equipamento de fac-símile
  • Identificador de chamada telefônica
  • Marcador Automático de Chamadas Telefônicas
  • Modem analógico – incluindo modems de sistema de alarme e de sistema de supervisão
  • Secretária eletrônica
  • Sistema de ramal sem fio de CPCT
  • Telefone de assinante, aparelho de telefonista e terminal do STFC
  • Telefone de assinante sem cordão
  • Telefone de uso público – TUP
Ver mais

Baterias Lítio

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) criou o Ato n° 951 (2018) em substituição ao anexo à resolução da ANATEL nº 481 (2007) – “Norma para certificação e homologação de baterias de lítio e carregadores utilizados em telefones celulares” com o objetivo de estabelecer os requisitos mínimos a serem demonstrados na avaliação da conformidade de baterias portáteis recarregáveis de lítio e carregadores, quando utilizados como fonte de energia em telefones celulares.

O ato é dividido em dois grupos de ensaio, na qual o Eldorado é acreditado junto ao INMETRO para realização dos mesmos, sendo eles:

Grupo de Ensaios Elétricos:

  • Capacidade Real em Regime Nominal;
  • Capacidade em Regime com Alta Corrente de Descarga;
  • Retenção de Carga – Autodescarga;
  • Recuperação da Capacidade após Retenção de Carga;
  • Recuperação da Capacidade após Estocagem em Estado Parcial de Carga;
  • Desempenho Frente a Ciclos de Carga e Descarga (Durabilidade);
  • Resistência Interna;
  • Imunidade à Descarga Eletrostática.

Grupo de Ensaios de Segurança:

  • Carga Prolongada;
  • Stress a Temperatura Alta.
  • Ciclagem Térmica;
  • Curto-circuito Externo;
  • Queda Livre;
  • Abuso Térmico;
  • Sobrecarga.
Ver mais

Equipamentos Radiação Restrita

Equipamentos de Radiação Restrita são aqueles cuja emissão de radiação na frequência utilizada produz um campo eletromagnético com intensidade dentro dos limites estabelecidos na regulamentação.

No Brasil, o regulamento que trata disso é a Resolução ANATEL 680/2017, o Ato ANATEL 11.542/2017 e Ato ANATEL 14448/2017. Estes substituíram a antiga Resolução ANATEL 506.

Desde que tenham a sua certificação homologada pela ANATEL, estes equipamentos podem ser utilizados sem necessidade de autorização de uso ou licença de funcionamento.

O laboratório de RF do Eldorado tem instrumentação suficiente para medição e caracterização dos equipamentos citados na Resolução 680, Ato 11.542/2017 e Ato 14448/2017, a saber:

  • Dispositivos de Operação Periódica
  • Equipamentos de Telemedição e Microfone sem Fio
  • Equipamentos de Telemedição Biomédica
  • Equipamentos de Telemedição de Características de Material
  • Emissor-Sensor de Variação de Campo Eletromagnético*
  • Dispositivo de Auxílio Auditivo
  • Sistemas de Telefone sem Cordão
  • Sistemas de Ramal sem Fio de CPCT
  • Equipamentos utilizando Tecnologia de Espalhamento Espectral ou outras Tecnologias de Modulação Digital
  • Sistema de Acesso sem Fio em Banda Larga para Redes Locais
  • Equipamento de Localização de Cabos
  • Sistemas de Identificação por Radiofrequências
  • Sistemas de Telecomando
  • Equipamento de Radiocomunicação de Uso Geral
  • Sistemas Rádio de Baixa Potência operando em 19 GHz
  • Sistema de Sonorização Ambiental
  • Sistemas operando nas faixas de Radiofrequência Ultra Larga (NOVO)
  • Sistemas de Transmissão de áudio, vídeo ou outras aplicações

* Limitado a frequências até 40GHz

Ver mais

Tecnologias Móveis

A Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) estabelece dentro do seu processo de avaliação de conformidade a certificação de produtos que utilizam as tecnologias móveis do SMP (serviço móvel pessoal) para produtos classificados como Telefone Móvel Celular e Estação Terminal de Acesso.

O laboratório de tecnologias móveis tem a capacidade de realização dos testes nas tecnologias exigidas, a saber:

  • 2G (GSM/GPRS/EGPRS): 3GPP TS 51.010-1 V6.5.0 (2005-11)
  • 3G (WCDMA/HSPA/HSPA+): ETSI TS 134 121-1 V9.1.0 (2010-07) e ETSI TS 134 121-1 V9.4.0 (2011-07)
  • 4G (LTE): 3GPP TS 36.521-1 V9.5.0 (2011-06)

Tais ensaios são realizados, em sua maioria, de maneira conduzida, através da conectorização das saídas de RF do equipamento sob ensaio.

A exceção é o ensaio de Emissão de Espúrios Radiados: pela característica do ensaio é necessária a utilização de uma câmara semi-anecóica.

Para a realização dos ensaios é necessário o uso de um simulador de estação rádio base. É estabelecida a comunicação com o equipamento sob ensaio, de acordo com a tecnologia e configurações estabelecidas por norma.

O laboratório possui para tal diversidade quanto ao tipo de simulador (diferentes fabricantes e modelos), além de possuir um sistema reconhecido internacionalmente para realizar tais testes, com os scripts de teste validados pelos organismos GCF e PTCRB.

Ver mais