MCTI e EMBRAPII lançam rede inovação em Transformação Digital - Instituto Eldorado
11 de março, 2021

MCTI e EMBRAPII lançam rede inovação em Transformação Digital

Indústria terá R$ 80 milhões e ecossistema de 21 centros de pesquisas para modernizar seu processo produtivo

O superintendente do ELDORADO e também presidente da REDE MCTI/EMBRAPII, Roberto Soboll, participou da cerimônia de lançamento da Rede de Inovação em Transformação Digital, lançada nesta quarta (10) em evento ao vivo. 

O objetivo da rede é fomentar PD&I em transformação digital em todos os segmentos da indústria nacional, com foco em novos produtos e processos industriais. Alguns dos benefícios proporcionados pela rede serão o maior atendimento das demandas das empresas por P,D&I, a facilitação do acesso das empresas às Unidades Embrapii, o estímulo a projetos de maior complexidade tecnológica, a criação de competências tecnológicas necessárias para atender melhor as empresas e o maior atendimento a startups. 

Durante o evento, Soboll falou sobre a importância da Inovação Aberta em um cenário de transformação digital. “A rede será um forte estímulo a um tipo de comportamento muito importante nesse mundo de transformação digital, que é a Inovação Aberta. É essa capacidade de trabalharmos juntos, de podermos nos complementar, de sermos capazes de formar consórcios, de aproveitarmos a tecnologia do outro e trazer para o nosso próprio produto, o que reduz o risco tecnológico e, por consequência, o risco mercadológico de produtos e serviços”, explica.

Segundo Soboll, com a transformação digital, onde tudo que pode ser conectado será conectado e tudo que pode ser medido, será medido, o desafio será encontrar uma forma de alavancar essa informação, analisando os dados e transformando-os em valor agregado. “No Brasil, estamos bem posicionados. Temos 21 Centros de Pesquisa e Desenvolvimento que hoje atuam na crista da onda da transformação digital. São recursos humanos altamente qualificados e sabemos que isso é cada vez mais uma restrição. Nós possuímos esses recursos e temos a capacidade de gerar mais recursos, trabalhamos em processos em nível global e temos uma estrutura absolutamente moderna, que irá garantir a possibilidade de parcerias com indústrias, empresas e também com startups. Isso vai permitir que o país inove e aumentará a nossa produtividade e a nossa competitividade”, afirma.

Cadastre-se em nossa newsletter

Created By Avanti